PODCAST: Julinho Botelho e o “não” à convocação por pura generosidade em 1958.

Ouça aqui:

Esse é o resumo da história do coração mais bondoso que o futebol já viu. Em 1958, Julinho seria titular da seleção brasileira, mas optou por não ir ao mundial. O motivo? Dar espaço aos jogadores que atuavam no Brasil. Jogando na Itália, não achava justo pegar o lugar dos que jogavam por aqui. 

A consequência foi a convocação de Garrincha, que seria apresentado ao planeta como um dos maiores nomes da história do futebol, dando o primeiro título mundial ao Brasil. Não fosse Julinho, talvez o planeta não conhecesse o anjo das pernas tortas naquele ano. 

Comentam sobre o assunto, o jornalista Mauro Betting, o blogueiro Rica Perrone, o treinador Caé Cunha e o jogador Renan Gorne.

Daniel Braune

Comente!

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: