As datas sagradas: desde 1894, da regata para o mundo.

Predestinação. Palavra que substitui o termo “ao acaso”, sem explicações concretas, mas as melhores abstratas possíveis.

De uma data para outra, o surgimento do mais tradicional sentimento; da glória, pintada de preto e branco na Suécia, que apresentou, enfim, o Brasil ao mundo; do mais belo lar que hoje aconchega esse amor, inaugurado pelo talento de Dodô.

Histórias atreladas pelo destino. Os remadores que, em 1º de julho de 1894, fundaram o Club de Regatas Botafogo e avistavam a mais bela estrela nos céus da enseada de Botafogo às 5 da manhã, jamais imaginariam que aquele ponto luminoso, lá de cima, guardava um anjo de pernas tortas, que faria não só o Botafogo feliz, mas um Brasil inteiro.

E certamente a história não pararia por aí. No século seguinte, mesmo sem o brilho de antes, nosso lar seria o templo dos primeiros Jogos Olímpicos do país e do continente, contemplado pelos Deuses do Esporte.

Três séculos diferentes, datas semelhantes e um único ideal. Predestinação que não é só casual. A base é de muita luta. A de Luiz Caldas, militante da revolta da armada que falecera em junho de 1894 e fora o motivo do surgimento de uma história. A de Manoel, que driblara de seu leito de vida ao de morte para chegar aonde quisesse. Garrincha driblou a data de nascimento, a miséria em Pau Grande, as deficiências de seus joelhos, e até mesmo os caixões que guardavam seus ossos. Nada mais brasileiro que vir, dele, o berço de glórias da seleção pentacampeã.

E a nossa casa? Depois de denominada da pior forma possível, retida pela ganância e pela sujeira, hoje, carrega nossas cores, abriga nossa paixão e leva, consigo, o maior nome de nossa história, e da esquerda daquela mesma seleção de 58.

Feliz aniversário: Botafogo, SeleFogo e Estádio Nilton Santos. Atrelados. Desde 1894; até 58; de 2007 para sempre. Início, passado, presente, futuro. O Botafogo e seus dias 30 de junho e primeiro de julho mágicos.

Daniel Braune
#braunefogo #Desde1894 #DaRegataParaOMundo

Deixe uma resposta

Fechar Menu