Fogão Internacional: gringos fazem a festa com alvinegros no Engenhão

Torcedores de Atlético Tucuman e Atlético Nacional roubaram a cena e animaram a Loucos Pelo Botafogo na vitória do alvinegro no domingo. Ingleses malucos também entraram no clima.

 

Além da vitória por dois a zero sobre a Ponte Preta na segunda rodada do brasileiro, os torcedores do Botafogo tiveram motivos a mais para festejar na noite em que o clube carioca conquistou seus três primeiros pontos no campeonato. A presença de torcedores argentinos, colombianos e até ingleses gerarou uma harmonia internacional incomum nas arquibancadas.

Os quatro ingleses presentes no estádio, quase desnorteados, sequer assistiam à partida e faziam a festa: “Já é a minha vigésima cerveja. Go, Botafogo!” – gritava um deles, que não se identificou, mas afirmou ser torcedor fanático do Norwich City.

 DEU ONDA: inglês rouba a cena apoiando o Botafogo no Engenhão

Cinco torcedores do Club Atlético Tucuman, da argentina,  também agitaram o setor leste do Estádio Nilton Santos e torceram pelo Botafogo ao lado dos demais alvinegros. Os argentinos estão de passagem pelo Rio de Janeiro antes de viajar para São Paulo, onde assistirão o Atlético Tucuman enfrentar o Palmeiras na última rodada da fase de grupos da Libertadores, na quarta-feira. O clube arentino precisa vencer para ir às oitavas de final.

– Fomos a todos os jogos da Libertadores até aqui. Primeiro na pré, e agora na fase de grupos. É a primeira vez aqui no Brasil. Vimos que tinha jogo e viemos. A torcida é bacana, cantam o jogo todo, o estádio é maravilhoso – disse um dos torcedores do clube argentino, conhecido como “Cati”.

Representante da Barra do Atlético Tucuman, hincha argentino era o mais animado e se identificou com o Botafogo.

O Atlético Tucuman quase ficou de fora da fase de grupos em um jogo dramático na segunda fase da Libertadores. Por um atraso no vôo, o clube argentino quase foi desclassificado por não chegar a tempo da partida contra a Liga de Quito, no Equador. Com os uniformes extraviados em outro vôo, o time precisou entrar em campo com o uniforme da seleção da Argentina sub-17, que participava de um torneio sul-americano no país. Mesmo assim, o Tucuman venceu a equipe equatoriana por um a zero e avançou de fase.

– Eu estava naquele jogo. Estávamos ficando malucos quando não víamos o time chegando e com as notícias do atraso do vôo, e o jogo também foi tenso. Depois da classificação, teve briga e até a polícia de lá veio pra cima (mostrou os punhos machucados). Foi um loucura do caralho. Fomos também à Colômbia também, contra o Junior Barranquilla. 

Cati também se mostrou surpreso com o apoio da torcida do Botafogo, e se surpreendeu com a força do movimento barra-brava no país.

– Muito lindo o que fazem aqui. Fazem muito barulho, não param o jogo todo. Esse amor é muito bonito. A Loucos é impressionante. É claro que o movimento das barra tem pouco tempo aqui, mas já está muito bonito, melhor que muitas até lá na Argentina.

Argentinos apoiam o alvinegro junto da torcida Loucos Pelo Botafogo.

Além dos argentinos, torcedores do Atlético Nacional da Colômbia também roubaram a cena no Engenhão. Aos gritos de “coé eliminado”, os colombianos pouco deram importância à eliminação na Libertadores na última quinta contra o próprio Botafogo e tiraram sarro do Flamengo, que também foi eliminado na fase de grupos semana passada. Os torcedores verdolagos ressaltaram a identificação do clube com o Brasil desde a tragédia envolvendo o avião da Chapecoense no ano passado: “a eliminação pouco importa, o que fica é esse espírito de união. Fomos sempre muito bem recebidos aqui no Brasil”.

Colombianos provocam o Fla ao lado dos torcedores alvinegros.

Deixe uma resposta

Fechar Menu